TSE libera os milhares de Outdoors de Bolsonaro pelo país, segundo deputado todos foram financiados por apoaidores

TSE libera os milhares de Outdoors de Bolsonaro pelo país, segundo deputado todos foram financiados por apoaidores

vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, rejeitou um pedido do Ministério Público para retirar outdoors de apoio ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) no inte

Leia tudo

vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, rejeitou um pedido do Ministério Público para retirar outdoors de apoio ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) no interior da Bahia.
O órgão apontava suposta propaganda eleitoral antecipada em painéis localizados em Paulo Afonso, Glória e Santa Brígida, nos quais aparecia a foto do parlamentar ao lado do texto "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos. Bolsonaro. Pela honra, moral e ética".
A primeira frase é um bordão que vem sendo repetido pelo deputado, que anunciou recentemente que irá se filiar ao PSL. O partido quer lançá-lo como candidato a presidente da República.
A campanha, com propaganda eleitoral, só é permitida após 16 de agosto.
Na decisão que liberou os outdoors, Fux citou trecho da lei eleitoral que considera não haver propaganda na menção à pretensa candidatura ou na exaltação das qualidades pessoais dos pré-candidatos.
“Dessa forma, verifica-se, em juízo perfunctório, não estarem presentes os elementos caracterizadores da propaganda eleitoral extemporânea, nos termos do art. 36-A da Lei Eleitoral”, escreveu o ministro.