Transação Chinesa por Dudu possibilitaria ao  Palmeiras , Repatriar Gil e Pablo para a zaga

Transação Chinesa por Dudu possibilitaria ao Palmeiras , Repatriar Gil e Pablo para a zaga

Na última terça-feira, o Palmeiras anunciou a permanência do atacante Dudu apesar da proposta “excepcional” do Changchun Yatai, da China. O clube asiático ofereceu 13 milhões de euro

Leia tudo

Na última terça-feira, o Palmeiras anunciou a permanência do atacante Dudu apesar da proposta “excepcional” do Changchun Yatai, da China. O clube asiático ofereceu 13 milhões de euros (quase R$ 51 milhões) para levar o capitão palestrino, e mais 4 milhões de euros (mais de R$ 15 milhões) anuais de salários, mas o camisa 7 preferiu ficar no Verdão, onde tem contrato até o fim de 2020.

Mas você chegou a pensar o que o Palmeiras poderia fazer com a quantia oferecida pelos chineses? E se Dudu aceitasse a oferta, no que o Verdão poderia investir?

INVESTIMENTO

Com mais de R$ 50 milhões em caixa, a diretoria poderia reforçar o setor defensivo, por exemplo, que perdeu recentemente Yerry Mina, que se transferiu para o Barcelona.A defesa pode ser, talvez, o setor que menos passa confiança ao torcedor alviverde. O clube sondou Gil (foto), ex-Corinthians e hoje no Shandong Luneng, mas os chineses não aceitam negociá-lo. Outro que passou perto de entrar na Academia de Futebol foi Pablo, campeão brasileiro também com o Timão e que retornou ao Bordeuax, da França. Segundo o site Transfermarkt, especialista em transações, ambos os defensores poderiam ser adquiridos pelo Verdão, no que diz respeito seus valores de mercado.
Hoje Pablo é avaliado em 1,25 milhão de euros (R$ 5 milhões) mas, na época, o Bordeaux pedia 3 milhões de euros (R$ 11,2 milhões) para liberar o atleta em definitivo. Já Gil tem seu “passe” custando 5,5 milhões de euros(cerca de R$ 22 milhões). Ou seja, só com o dinheiro da transação de Dudu, o Palmeiras poderia reforçar, de vez, sua zaga com dois jogadores de mais “casca”, pensando até em Libertadores pela frente.

DESCARTADOS

Outros nomes sondados no clube como os atacantes Bernard, Ricardo Goulart e Lucas Moura, todavia, não poderiam vir somente com a quantia por Dudu. Os dois primeiros são avaliados em 16 milhões de euros (R$ 64 milhões), enquanto o camisa 7 do PSG custa 38 milhões de euros (R$ 152 milhões).
OPERAÇÃO DUDU
Na terça, o próprio capitão do Palmeiras explicou os motivos que o fizeram não aceitar a proposta.“Agradeci ao pessoal da China, é a quarta vez que eles tentam. Falei que agora não ia dar, ainda tenho meus objetivos aqui. Daqui uns anos, se eles ainda estiverem dispostos, podemos pensar em uma transferência“, avisou.“Era muito dinheiro. A maioria dos jogadores vai para lá ganhando muito dinheiro. Mas eu construí uma relação de carinho com a torcida aqui, sou muito feliz aqui. Agradeço ao Mattos, ao presidente, ao pessoal da Crefisa que ajudou na minha permanência também“, completou Dudu.Os 100% dos direitos econômicos de Dudu custaram 6 milhões de euros ao Palmeiras. Na época da primeira oferta por ele, o clube ainda era dono de apenas 50%, comprados por 3 milhões de euros em 2015 junto ao Dínamo de Kiev (UKR). A outra parte foi comprada com dinheiro da Crefisa no início de 2017. Quando o camisa 7 for vendido, a patrocinadora tem direito a receber 3 milhões de euros de volta.