Sherman sugere que representação de Furtado seja descartada

Em sessão do TCU, o ministro Augusto Sherman, ao abrir divergência à decisão de Vital do Rêgo de suspender imediatamente a propaganda do pacote anticrime, defende que a representação apresentada pelo subprocurador do MP junto ao TCU Lucas Furtado seja descartada.

Segundo ele, a peça de Furtado se baseia apenas em matérias de jornais e desrespeita o regimento.

Sherman defende, porém, que o pedido no mesmo sentido — para suspensão da campanha do pacote — por parte de parlamentares da esquerda seja acatado, para o devido processo no TCU.

Exclusivo: os pagamentos de bancos e outros gigantes a Lula e a campanhas do PT, segundo Palocci. CONFIRA