Roger Machado não descarta escalar ‘quarteto mágico’ no Palmeiras: “Depende do equilíbrio”

Roger Machado não descarta escalar ‘quarteto mágico’ no Palmeiras: “Depende do equilíbrio”

Uma das maiores questões para Roger Machado resolver como técnico do Palmeiras em 2018 é fazer com que o time encontre um padrão de jogo e consiga ter uma “cara”, apesar da quantidade de jogadores

Leia tudo

Uma das maiores questões para Roger Machado resolver como técnico do Palmeiras em 2018 é fazer com que o time encontre um padrão de jogo e consiga ter uma “cara”, apesar da quantidade de jogadores qualificados que seriam titulares em qualquer clube no Brasil A missão não é das mais fáceis, ainda mais porque além de arrumar a equipe dentro de campo, precisa gerir os egos foras das quatro linhas.Mas em entrevista ao programa Expediente Futebol, do Fox Sports, o treinador não descartou a possibilidade de escalar um “quarto mágico” formado por Dudu, Lucas Lima, Gustavo Scarpa e Moisés no meio campo.“Eu busco sempre o equilíbrio, tanto nas ações ofensivas quando nas ações defensivas, e tem também o equilíbrio dentro de um meio campo desses quatro jogadores, aqueles que buscam um jogo mais apoiado e aqueles que tem capacidade de dar uma profundidade para o time. Tudo é possível desde que a gente consiga encontrar esse equilíbrio, tanto na fase ofensiva, para eu criar um jogador que venha apoiar e levar essa bola para o campo de ataque, e eu tenha esse jogador como uma válvula de escape e profundidade para levar a linha defensiva do adversário para perto do seu gol”, analisou Roger Machado.O treinador palmeirense ainda fez questão de reforçar. “Se esse equilíbrio for respeitado nessas fases do jogo, é possível sim, não existe problema nenhum.”O Palmeiras recebe o Santos neste domingo (4), no Allianz Parque, às 17h (horário de Brasília), pela rodada do Campeonato Paulista, mas o quarteto mágico formado por Dudu, Lucas Lima, Moisés e Gustavo Scarpa não deve ser testado já nesta partida. O camisa 10 e o ex-jogador do Fluminense só deve aparecer em campo para a segunda etapa, o que pode acontecer já sem Dudu ou Lucas Lima.