Repórter da Globo é humilhado, vídeo vaza e causa constrangimento

O governador de Alagoas Renan Filho teceu críticas a um repórter da TV Gazeta, afiliada da Globo no Estado (Reprodução; Agência Brasil)

Um jornalista da TV Gazeta, afiliada da Rede Globo em Alagoas, foi duramente criticado pelo governador do Estado, Renan Filho: ‘Imprensa marrom’

Um vídeo no mínimo constrangedor com um repórter da TV Gazeta, retransmissora da TV Globo em Alagoas, está repercutindo nas redes sociais e mostra o profissional sendo duramente rebatido pelo governador do Estado, Renan Filho, filho do senador Renan Calheiros – ambos são filiados ao MDB.

Na gravação, datada do último dia 05 deste mês, Renan Filho tece duras críticas ao profissional da afiliada da Globo, identificado como Arnaldo Ferreira – a TV Gazeta pertence ao ex-presidente e atual senador Fernando Collor (PTB).
Para Renan Filho, o repórter da TV Gazeta, parceira da Globo, Arnaldo Ferreira estaria preso ao editoral da emissora para a qual trabalha que, nas palavras do governador, é hoje um “jornal marrom”.

“[A TV Gazeta] virou um jornal marrom, que tá inclusive desmoralizando quem o escreve. Acabou aquela influência da Gazeta, de tutelar informação. Tem um monte de jornalista aqui sabendo que você não tá falando a verdade, Arnaldo. Defenda a imprensa alagoana livre, defenda a liberdade”, afirmou o governador Renan Filho, em sua fala crítica à afiliada da TV Globo.

De acordo com informações da revista Fórum, as críticas feita por Renan Filho ao jornalista da TV Gazeta ocorreu após Arnaldo questioná-lo sobre como resolver o problema do baixo efetivos de policiais no Estado, e fazer questionamentos sobre a renda do governo.

Em sua resposta ao profissional da retransmissora da Globo, o governador disse que o número estava errado e que essa realidade [descrita pelo repórter] é da “Alagoas do Collor”. Renan Filho aproveitou a ocasião para atacar o ex-presidente dizendo que este teve medo de o enfrentar no pleito pelo governo do Estado.

Por fim, Renan disse que o “papel” exercido pelo repórter da parceira da Globo “tá feio”. “Eu te conheço na origem [Arnaldo]. Tá feio para caramba pra você este papel. Tu é um professor da universidade, tá jogando no ralo a sua história”, afirmou.