Presidente da Câmara diz que eleição de Marco Feliciano pode ser revista

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), pensa em rever a eleição do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) diante de tantos protestos que estão acontecendo na internet e também em algumas cidades do país.

“Foi um direito de um partido que escolheu a comissão que lhe cabia. A partir daí, indicou o parlamentar de sua preferência. Mas, se fatos novos surgirem, a Câmara poderá avaliar a situação da Comissão de Direitos Humanos, mas sempre respeitando o direito de cada parlamentar e de cada partido.”

Alves se pronunciou nesta sexta-feira (8) durante um jantar em Natal (RN) onde estava reunido com representantes da Federação do Comércio do Rio Grande do Norte (Fecomério-RN), Federação das Indústrias do RN (Fiern) e pela Federação das Empresas de Transporte do Nordeste (Fetronor).

A indicação de Feliciano seguida de sua eleição tem sido contestada por diversas autoridades, principalmente parlamentares de esquerda e ativistas do movimento LGBT.

A bancada evangélica no Congresso tem defendido a permanência do deputado pastor no cargo enquanto que Feliciano diz que irá tratar a todos os temas da mesma forma. Com informações Folha de SP.