Por que algumas pessoas espirram tão alto?

Começa com uma coceira no nariz. Algo, talvez, um pedaço de poeira ou uma partícula de pólen irrita o revestimento mucoso do trato respiratório superior e faz as terminações nervosas tremerem.

Os nervos emitem um sinal para a parte mais primitiva do cérebro, o tronco cerebral, que entra em ação, comandando os pulmões a inspirar profundamente. As cordas vocais se fecham, os olhos se fecham e o ar explode da boca e do nariz: ah-choo!

Ou talvez seja mais como: AH-CHOO!

A mecânica de um espirro é a mesma para todos, mas o que sai quando esse reflexo entra em ação difere de pessoa para pessoa. O que separa os delicados espirros dos tipos barulhentos e orgulhosos é, provavelmente, uma mistura de anatomia individual e controle pessoal.

A saída de um espirro depende de fatores como a capacidade pulmonar e o tamanho da inspiração do pré-espirro. Mais ar faz um espirro maior.

Algumas pessoas podem controlar o volume do espirro ou voltar para as vocalizações. Uma pesquisa de 2006 descobriu que 45 por cento das pessoas têm espirros públicos que são diferentes dos seus espirros privados, de acordo com um porta-voz da droga alergia Benadryl.

Para alguns, um espirro não é suficiente. Esses espirros múltiplos, ou “paroxísmicos”, às vezes têm alergias, de acordo com a NetWellness, uma organização de educação em saúde sem fins lucrativos.

Em casos raros, os pacientes com epilepsia também exibem ataques de espirros prolongados, mas para a maioria das pessoas, o número de espirros é um tique pessoal ou uma resposta a uma partícula de poeira particularmente teimosa.