Para advocacia do Senado, Eduardo embaixador não é nepotismo

A advocacia-geral do Senado comunicou ao presidente da Casa, Davi Alcolumbre, que a indicação de Eduardo Bolsonaro para o posto de embaixador do Brasil nos EUA não configuraria nepotismo, registra a Crusoé.

Os seis advogados que assinam o parecer consideraram que o cargo de embaixador é de natureza política, similar ao de ministro, e sua nomeação depende apenas do Executivo e do Legislativo.

Leia:

Para advocacia do Senado, Eduardo embaixador não seria nepotismo

VOCÊ VAI ENGOLIR MAIS ESTA PIZZA ASSADA EM BRASÍLIA? Leia mais
você pode gostar também