Paim: déficit da Previdência é ‘consequência’ de impeachment da Dilma

Durante a votação da reforma da Previdência no Senado, Paulo Paim (PT) afirmou que o déficit da Previdência é consequência da crise política criada no impeachment de Dilma Roussef.

“Até 2014, o que o governo considera déficit em suas contas estava em queda. Ele só cresce sistematicamente a partir de 2015 diante do desemprego do nosso país. Portanto, não pode ser considerado verdadeiro o argumento de que o déficit da Previdência cresceu ininterruptamente, como resultado de um problema estrutural. Na verdade, a partir de 2015, em razão, repito, da crise política criada econômica e social que se aprofundou.”

E completou, dizendo que os problemas conjunturais contaminaram a “análise verdadeira da sustentabilidade da reforma da Previdência”.

“É mais fácil Bolsonaro renunciar do que ele pedir para sair”, diz amigo de Paulo Guedes. Confira agora
você pode gostar também