Os caminhos levam aos tribunais

Reportagem de Fabio Serapião, na Crusoé, teve acesso aos capítulos de uma delação premiada fechada pela Lava Jato do Rio que revela como empresários faziam para obter decisões favoráveis no Judiciário.

Leia um trecho:

“O signatário do acordo de delação é Lélis Teixeira, ex-presidente da Fetranspor e do Rio Ônibus, agremiações que representam mais de 240 empresas com atuação no estado do Rio. Teixeira buscou a delação após ser alvo de uma ordem de prisão, juntamente com os empresários Jacob Barata Filho e José Carlos Lavouras, dois dos proprietários das maiores frotas de ônibus do país, em julho de 2017, na Operação Ponto Final. Crusoé teve acesso aos anexos entregues por Teixeira ao MPF que mostram como Barata, Lavouras e outros magnatas do setor de transporte corromperam integrantes de todos os poderes.”

Leia a reportagem completa:

Os caminhos levam aos tribunais

Exclusivo: os pagamentos de bancos e outros gigantes a Lula e a campanhas do PT, segundo Palocci. CONFIRA