OAB pede apoio da Igreja Católica para impedir a corrupção eleitoral

Como parte da campanha contra a corrupção eleitoral a Ordem dos Advogados do Brasil de Alagoas (OAB-AL) se reuniu na terça-feira (5) com o arcebispo metropolitano de Maceió, Dom Antônio Muniz Fernandez, para discutir parcerias nessa campanha.

A CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) lança sempre uma cartilha educativa para alertar a população que a compra de votos é ilegal e esse assunto também foi tratadora durante esse encontro.

A Comissão de Combate à Corrupção Eleitoral da OAB/AL deve visitar outras instituições para criar uma rede de combate à comercialização de votos, visando as eleições municipais que acontecerão em outubro.

Um canal de denúncia foi disponibilizado para a população de Alagoas para que candidatos que tentem comprar votos sejam punidos. No site da entidade terá um link “Crime eleitoral? Faça sua denúncia”, onde o eleitor poderá relatar o que aconteceu.

Essa campanha é importante para garantir que não haja compra de votos, durante as eleições muitos candidatos oferecem diversos benefícios, principalmente em comunidades carentes, para tentar atrair o público, mas tipo de esquema é ilegal.

Com informações Tribuna Hoje