O vizinho de cela de Adélio

Fontes da área de inteligência do governo dizem ser do iraniano Farhad Marvizi a carta recebida pelo Palácio do Planalto com supostas informações relevantes sobre o atentado a Jair Bolsonaro, informa a Crusoé.

Ele é vizinho de cela de Adélio Bispo no presídio de segurança máxima de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e diz ter ouvido dele informações sobre outras pessoas que estariam ligadas à tentativa de assassinato do então candidato a presidente na cidade mineira de Juiz de Fora, durante a campanha.

Leia a matéria completa aqui.

CENSURADA E HACKEADA. POR QUE ESTA JOVEM REVISTA INCOMODA TANTO? SAIBA MAIS AQUI