Neto revela que jogador da seleção espanhola 'sempre fala de Flamengo': "Digo: o Atlético é melhor"

Neto revela que jogador da seleção espanhola 'sempre fala de Flamengo': "Digo: o Atlético é melhor"

Contratado pelo Valencia para a atual temporada, Neto vive grande fase na nova casa. Titular absoluto e um dos destaques da campanha da equipe, terceira colocada na tabela da La Liga Santander e que

Leia tudo

Contratado pelo Valencia para a atual temporada, Neto vive grande fase na nova casa. Titular absoluto e um dos destaques da campanha da equipe, terceira colocada na tabela da La Liga Santander e que enfrenta o Villarreal neste sábado (23), 13h15 com transmissão do FOX Sports. Por lá, ele tem alguns compatriotas como companheiros de clube. Em especial, Rodrigo Moreno, brasileiro naturalizado espanhol, homem-gol do time e convocado pela Fúria.

Nascido no Rio de Janeiro, Rodrigo é filho de Adalberto, lateral do Flamengo nos anos 80, e muito amigo Thiago Alcântara. Ambos foram criados no time carioca, mas se mudaram muito cedo por conta de compromissos dos pais na Espanha. Se formaram por lá, mas admitem publicamente uma paixão pelo Rubro-Negro. Algo confirmado pelo próprio Neto, em entrevista exclusiva ao FOXSports.com.br:

"A gente sempre acompanha o futebol brasileiro. Temos muitos brasileiros no grupo e não tem como deixar de seguir. O Rodrigo sempre fala do Flamengo, mas eu falo pra ele que o Atlético PR é melhor. Um dia ele vai me dar razão", brincou Neto, revelado no Furacão.

Aos 26 anos, Rodrigo fez toda a categoria de base na Europa. Passou por Nigrán, Celta, Real Madrid B e Bolton Wanderers. Mas teve brilho com a camisa do Benfica, quando se destacou em três temporadas e foi para o Valencia. Atualmente, é convocado pela Fúria e teve brilho no jogo que colocou a Espanha na Copa. No triunfo por 3 a 0 sobre a Albânia, ele fez um gol, assim como Thiago Alcântara. Isco completou o marcador.

Na época da classificação espanhola, uma foto de Rodrigo Moreno e Thiago Alcântara bombou nas redes sociais. Os dois meninos, na ocasião, vestiam a camisa rubro-negra na base, algo desconhecido por muita gente conheceu os dois apenas no futebol europeu. Confira abaixo:

O próprio pai de Rodrigo, Adalberto, em entrevista ao Globoesporte.com, em 2014, não via problemas em uma volta do filho ao Flamengo. Segundo ele, seria um orgulho ver o atacante vestindo a camisa do Rubro-Negro, time do coração da família.