O polêmico ministro da Educação, Abraham Weintraub, comparou sua convocação para prestar esclarecimentos ao Senado Federal como a de Daniel na cova de leões, mas no seu caso afirma ser “cova de hienas”.

“Daniel foi lançado à cova dos leões por fazer o que era certo. Agora, os ímpios querem minha destruição”, disse no Twitter.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A convocação foi feita pela Comissão de Educação do Senado, que aprovou o convite para que ele preste esclarecimentos sobre erros no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019.

“Estou em paz, tranquilo, pois a cova que querem me lançar é de hienas”, tuitou.

Weintraub afirmou ainda que tem o apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro e das militâncias que apoiam o Governo.

“Confio em Deus. Sua Justiça prevalecerá! Obrigado”, escreveu.

O ministro tem sido alvo de críticas por conta de sua postura nas redes sociais, perdendo apoio até mesmo eleitores de Bolsonaro, que consideram seu comportamento muitas vezes inapropriado para um ministro de Estado.