Mesmo condenado, Zé Dirceu se aposentará com R$ 9,6 mil

O Tribunal de Contas da União (TCU) beneficiou o ex-ministro petista José Dirceu com uma aposentadoria de R$ 9,6 mil. O valor foi calculado com base nos 10 anos e 10 meses em que Dirceu exerceu mandato parlamentar na Câmara dos Deputados, entre os anos de 1991 e 1995 e 1999 e 2005.

A decisão do TCU foi unânime entre os ministros.

Zé Dirceu foi condenado a 30 anos e 9 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Petrobras, em ação penal que faz parte da Operação Lava Jato. Dirceu também é apontado como um dos líderes do esquema do mensalão, em que o PT comprava o apoio de parlamentares.

Para se ter uma ideia, um trabalhador comum precisa atualmente ter 35 anos de contribuição previdenciária para conseguir se aposentar com o salário mínimo de R$ 1.045.

O TCU também estendeu o benefício da aposentadoria ao ex-ministro da Saúde José Saraiva Felipe e ao ex-deputados federais José Mentor Guilherme de Mello Netto e José Linhares Ponte. Os dois parlamentares já foram investigados pela Lava Jato.

Assim como Dirceu, os três serão agraciados com um benefício vitalício por suas atuações na Câmara dos Deputados. Linhares terá o maior subsídio, de 24,2 mil, Saraiva ganhará R$ 23,1 mil e Mentor receberá R$ 19,2 mil.

Se você encontrou erro neste texto, por favor preencha os campos abaixo. Sua mensagem e o link da página serão enviados automaticamente à redação do Pleno.News, que checará a informação.

Post navigation

Leave a Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *