Maioria dos deputados do nordeste aprovaram a reforma da previdência

Ontem o Brasil teve sua maior vitória em décadas: aprovou, por um placar estrondoso de 379 votos, a reforma da previdência. Ainda estamos no primeiro turno, ainda vamos votar as emendas, mas foi uma expressiva vitória para colocar o país nos trilhos de novo.

A oposição fez o showzinho dela de sempre: mentiu a rodo, fez o terrorismo falando que a reforma ia deixar os velhos pobres na rua e disse que quem votasse a favor da reforma jamais ia se reeleger. Óbvio que não deu certo e ainda rendeu certas humilhações para eles; PDT e PSB fecharam a questão contra a reforma, mas viram pelo menos 1/3 de seus deputados votarem SIM.

Até no nordeste a reforma da previdência seria aprovada. Na região onde a maioria dos governadores são do PT e outros partidos da esquerda, que eram contra a reforma, 64% dos deputados votaram a favor da reforma. Foram 96 votos contra 53.

Em Alagoas, terra de Renan Calheiros, foram 6 votos contra 3. Na Bahia, do governador petista Rui Costa, 25 a favor e 13 contra.

O placar mais apertado foi no Ceará, do petista Camilo Santana e terra de Ciro Gomes: empate em 11 a 11.

Maranhão, de Flávio Dino (PCdoB), e Piauí, de Wellington Dias (PT), dois massacres: 14 a 4 e 8 a 2 respectivamente.

Para completar: Paraíba foi 8 a 4, Rio Grande do Norte foi 5 a 2 e em Sergipe foi 5 a 3.

O levantamento foi feito pelo O Antagonista.

Grande dia!

você pode gostar também