Macron tenta criar “clima ruim” para o Brasil, diz governador do MT

Em entrevista à Folha, o governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, adotou um discurso semelhante ao do governo federal ao comentar as declarações do presidente francês Emmanuel Macron sobre as queimadas na Amazônia.

Segundo Mendes, Macron pensa nos interesses dos produtores franceses e quer faturar politicamente com o episódio.

“Temos que reconhecer que a França e os produtores rurais franceses são grandes competidores do Brasil no agronegócio nos mercados europeus. Quando ele [Macron] fala em defender o ambiente, está, na verdade, tentando criar um clima ruim para o Brasil para defender os produtores franceses”, disse o governador.

Mendes admite ter ficado em “pânico” ao ouvir as críticas de Macron e o bate-boca público entre o presidente da França e Jair Bolsonaro.

“Fiquei em pânico. O nosso estado tem grande relação de venda de produtos com os mercados internacionais. Por Mato Grosso ser o maior produtor brasileiro de commodities agrícolas e mais da metade do que produzimos ir para exportações, dependemos da boa imagem e da boa relação do país com esses mercados.”

Queimadas na Amazônia: o que a imprensa fala, e o que é verdade. LEIA AQUI
você pode gostar também