Lucas Lima chama Palmeiras de time europeu e diz que "repercussão aumentou"

Lucas Lima chama Palmeiras de time europeu e diz que "repercussão aumentou"

Prestes a jogar seu quinto jogo com a camisa do Palmeiras, Lucas Lima admitiu que tem sentido uma repercussão maior em relação à época que era atleta do

Leia tudo

Prestes a jogar seu quinto jogo com a camisa do Palmeiras, Lucas Lima admitiu que tem sentido uma repercussão maior em relação à época que era atleta do Santos.
Em entrevista concedida durante um evento da Adidas, o jogador disse que a estrutura da Academia de Futebol pode ser comparada a um clube europeu e afirmou estar cada vez mais feliz vestindo o verde.

Lucas Lima ainda falou sobre as provocações dos santistas, especialmente David Braz, e brincou que só passará seu novo número de celular após o clássico. O zagueiro chegou a dizer que não conseguia mais falar com o meia desde a sua saída da Vila Belmiro.

Confira as melhores respostas de Lucas Lima:

A diferença de estrutura entre Santos e Palmeiras
Feliz, é o que me motiva cada vez mais. Não é fácil trocar um clube que você está adaptado. Foi tudo isso que me fez mudar. Hoje eu vejo que fiz a escolha certa em todos os sentidos. Estou muito feliz. Vivi momentos maravilhosos no Santos e hoje estou vivendo no Palmeiras.

"O Palmeiras é um clube europeu"
Tinham me falado que era diferente e trabalhando eu vi que é mesmo. Até antes de conhecer eu estava próximo do acerto e todo mundo falou super bem. Meu pai foi até antes de mim e ficou surpreso. É diferente. O Palmeiras é um clube europeu. Até os grandes clubes de fora não tem tudo isso.

Expectativa para o clássico
Por enquanto estou tranquilo. É bom focar um pouco mais, jogo importante, sei o que representa para a torcida. Então sabia que isso ia acontecer e me motiva mais. Quando pequeno a gente sonha com jogo grande e esse é um jogo grande.

Contato com os santistas
Eu tenho um carinho imenso pela rapaziada de lá, perdi contato ultimamente, mas sempre vou ter carinho e respeito. Como eu falei, são amigos que levo para sempre comigo, mas nessas horas a gente deixa isso de lado, cada um defende o seu e eu vou defender as cores do Palmeiras.

Vai passar o novo celular para o David Braz?
Depois do jogo, não. Lá para frente a gente conversa sobre isso. Agora não vou passar. Tenho carinho imenso por ele, nos momentos mais difíceis ele me defendeu. Tenho carinho grande. Mas WhatsApp a gente deixa para depois.

Provocações ao Santos no Twitter
Normalmente, as pessoas acham que é tudo preparado. Mas sempre que tuitei, é do momento, algo rápido e quando foi já tinha ido. Dá muita polêmica, audiência, muito para um lado negativo. E nunca pensei nisso. Não quero criar ódio e as pessoas não sabem diferenciar. Isso é o chato. Mas se tiver que tuitar, eu vou tuitar sim.

Surpresa pelo carinho da torcida
Logo que saiu que eu tinha acertado me surpreendeu. Todo mundo falando para eu gravar um vídeo, trocar a foto. Desde que eu estreei com a camisa do Palmeiras quis retribuir isso e a confiança. Sei que não é fácil, mas hoje meu coração é verde.

A repercussão no Palmeiras é maior
Acaba sendo diferente, sim. Aqui a gente está no centro de São Paulo. Desde a minha chegada repercutiu bem, alguns desconfiaram, mas, como eu falei, é manter o foco. E quando você for bem não vai ser o melhor, mas quando for mal não vai ser o pior.
 - Fonte: UOL