‘Fica a impressão de que é terra de ninguém’, diz governador do Amazonas

Jair Bolsonaro está reunido agora com governadores para discutir as queimadas na Amazônia.

O governador do Amazonas, Wilson Miranda Lima (PSC), levantou quatro pontos para serem discutidos para aperfeiçoar a fiscalização da florestas. São eles: regularização fundiária, Zoneamento Econômico Ecológico (ZEE), desburocratização e plano para desenvolvimento sustentável.

“[Destaco o ZEE] Para a gente poder identificar onde são as áreas de interesse econômico, onde há área de preservação, onde é reserva indígena. Há muitas terras não destinadas no estado do Amazona, e fica a impressão de que é terra de ninguém.”

A Floresta Amazônica vai virar carvão mesmo? Leia aqui
você pode gostar também