Embaixada do Brasil em Washington em defesa da Lava Jato

A embaixada do Brasil em Washington enviou carta a deputados do Partido Democrata dos Estados Unidos que questionaram a colaboração do Departamento de Justiça americano com a Lava Jato, relata a Folha.

Na carta, o embaixador Nestor Forster afirmou que o julgamento de Lula foi “justo e imparcial” e falou do “ comprometimento do presidente Bolsonaro com o combate à corrupção”.

“Ao contrário do que diz carta [de 12 deputados democratas], Lula da Silva foi condenado por lavagem de dinheiro e corrupção após um processo judicial justo e imparcial”, diz Forster, que está no comando do posto interinamente.

“Eu discordo fortemente da visão exposta em sua carta sugerindo que a indicação do ministro da Justiça, Sergio Moro, foi ‘uma demonstração de gratidão’ por ajudar o presidente Jair Bolsonaro em 2018 ‘ao deixar Lula fora da cédula eleitoral.’”

ODEBRECHT: VINGANÇA EM FAMÍLIA E NOVAS REVELAÇÕES PARA A LAVA JATO. CONFIRA
você pode gostar também