Em artigo, FHC chama centro a se unir contra Lula e Bolsonaro

Em artigo, FHC chama centro a se unir contra Lula e Bolsonaro

Em artigo ao jornal O Estado de S. Paulo nesta segunda-feira (08), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) conclamou as forças de centro na política para se unirem de modo a evitar a vitória

Leia tudo

Em artigo ao jornal O Estado de S. Paulo nesta segunda-feira (08), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) conclamou as forças de centro na política para se unirem de modo a evitar a vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ou do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) na eleição presidencial deste ano.

No artigo, FHC chama Lula de “líder populista sobre o qual pesam acusações (e mesmo condenações) que destroem o sonho que outrora representou”. O tucano classifica Bolsonaro como um “capitão irado de cujas propostas pouco se sabe”.

Na estrofe final do texto, Fernando Henrique afirma que o “Brasil precisa urgentemente de bom senso” e alerta: “se as forças não extremadas se engalfinharem para ver quem entre vários será o novo líder e não forem capazes de criar consensos em favor do País e do povo, o pior acontecerá”.

FHC escreveu que “importa diminuir divergências sobre o que não é essencial” e citou pré-candidatos que formariam esse espectro de centro, mantendo aberta a possibilidade da inclusão de mais nomes. “As forças representadas (ou que os adiante mencionados gostariam de representar) por Alckmin (PSDB), Marina (Rede), Meirelles (PSD), Joaquim Barbosa (sem partido), ou quem mais seja (incluídos os setores ponderados da esquerda) precisam entender que os riscos se transformam em realidade pela inércia, pela covardia ou pela falta de visão dos que poderiam a eles se opor”, disse.

O texto foi travestido como um traçado do cenário internacional para 2018 e FHC fala sobre atentados terroristas e a ameaça nuclear na Coreia do Norte, traçando similitudes entre as crises globais e o panorama eleitoral brasileiro.