Drible no apagão

O Ministério da Economia determinou uma série de ações para reduzir as despesas da pasta, como o corte de celulares de servidores e o fim do expediente às 18 horas.

Igor Gadelha, na Crusoé, conta que os servidores da pasta estão buscando formas de driblar a determinação.

Leia a íntegra da nota aqui.

Quem é o nome que agrada o mercado, se Guedes sair. Mais aqui
você pode gostar também