(foto: Facebook/ reprodução)
(foto: Facebook/ reprodução)

Na live desta quinta-feira (20/2), o presidente Jair Bolsonaro resolveu fazer uma “brincadeira” com o deputado federal Hélio Lopes Bolsonaro (PSL-RJ), o “Hélio Negão”. Fiel escudeiro do presidente, o parlamentar adota o nome de Bolsonaro e, com ele, foi eleito para uma vaga na Câmara. “Deu uma queimadinha no Hélio, senão seria minha cara”, comparou o presidente. 

Durante a transmissão ao vivo, Bolsonaro falava sobre a alimentação dos militares e resolveu chamar o deputado, que também é do Exército, para confirmar que não era oferecido pratos muito bons a quem serve o país. “Tem comida de graça, uma gororoba lá. É isso mesmo, Negrão? Dá um exemplo de cardápio”, pediu o presidente. Ao que emendou: “Negrão é o Hélio, é meu irmão. Demorou para nascer, 10 meses para nascer. Deu uma queimadinha no Hélio, senão seria minha cara”, falou, aos risos. 

Bolsonaro também aproveitou para falar para que passará o carnaval no litoral de São Paulo. “Vai passar o carnaval aqui ou vai para o Rio?”, questionou para Hélio. O que ele respondeu que iria para o Guarujá. “Tu é importante, hein, Negrão? Devemos partir para o Guarujá. Tenho que ficar em lugares isolados, mas se der uma oportunidade, eu dou uma fugidinha. Da última vez, eu dei uma escapada de moto”, afirmou. 

Ele aproveitou para também dar uma alfinetada no senador Cid Gomes (PDT-CE), que foi baleado ao tentar impedir um motim de policiais militares usando uma retroescavadeira. “A imprensa queria saber se eu tenho habilitação. Eu não tenho habilitação para dirigir retroescavadeira, isso eu posso garantir, mas motocicleta, eu tenho”, provocou.