Deputado evangélico pleiteia a presidência da Câmara

De acordo com o site do Senado o deputado federal Ronaldo Fonseca (PR-DF) estaria interessado na vaga de presidente da Câmara dos Deputados tendo o apoio dos partidos PSB e PMDB.

Fonseca é pastor da Assembleia de Deus e presidente do Conselho Político Nacional da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) e por isso deve ter o apoio de toda a bancada evangélica.

Entre os parlamentares evangélicos que devem apoiar esta candidatura está o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) com quem Fonseca mantém amizade. “Garotinho é um amigo, já trabalhei com ele no Rio. Prezo bastante ele, é um grande político. Ele declarou o voto em mim e simpatiza com a minha candidatura.”

Mas para que o deputado evangélico tenha chances de conseguir o posto da presidência dois candidatos estão dispostos a dividir os votos e assim forçar um segundo turno onde juntarão seus votos para elegê-lo.

De acordo com o site do Senado os deputados Júlio Delgado (PSB-MG) e Rose de Freitas (PMDB-ES) se juntaram com Fonseca. “Nós três representamos o novo e só os três juntos podem levar a eleição para o segundo turno. A minha candidatura possibilita o segundo turno. Hoje sou o fiel da balança para ter segundo turno”, disse o deputado Ronaldo Fonseca.

Para ser eleito é necessário ter 120 votos dos deputados, 70 é o número de deputados evangélicos na Câmara, Fonseca terá que conquistar outros 50 eleitores para vencer esta disputa.