Daciolo abandona candidatura e anuncia apoio a Ciro Gomes

Na manhã desta quinta-feira (16), Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, o Cabo Daciolo, anunciou que irá desistir de sua candidatura à Presidência da República para apoiar o candidato Ciro Gomes, do PDT. O ex-deputado publicou um vídeo em sua página do Facebook dizendo que está obedecendo a uma ordem de Deus.

– Irmãozão [sic], no dia da eleição em 22, na contagem dos votos, se você tiver um voto lá, saiba que esse voto foi do Cabo Daciolo. Eu não sei por que eu estou fazendo isso, eu sei que o Criador está mandando eu falar isso para você – disse Daciolo.

Daciolo afirmou que se encontrou com Ciro nesta quarta-feira (15), dia em que o candidato nordestino foi alvo de uma operação da Polícia Federal que investiga suposta corrupção em seu mandato como governador do Ceará. De acordo com o ex-deputado, Ciro “verbalizou Jesus como Salvador e Libertador da sua vida”.

– Eu não imaginaria que eu estaria fazendo esse vídeo. Peço perdão se eu estou magoando meus eleitores, aqueles que acreditam no Cabo Daciolo, mas eu estou aqui falando algo só impulsionado pelo Espírito Santo – declarou.

O ex-bombeiro militar disse ainda que não sabe se tentará algum pleito nas eleições de 2022 e sugeriu que a operação da polícia contra o ex-governador do Ceará é fruto de uma perseguição.

– Eu não sei o amanhã. Não sei se seremos pré-candidatos ao Senado, ou ao governo, ou se não seremos nada. Uma coisa eu sei: nós vamos permanecer anunciando o Reino. Quando entram as calúnias, quando entram as perseguições, Ciro Gomes, a Palavra de Deus diz que “bem-aventurados serão aqueles que são blasfemados, caluniados e perseguidos por falar da grandeza do Espírito Santo – disse Daciolo.

Veja o vídeo completo:

Ciro é suspeito de ter recebido propina para favorecer a empresa Galvão Engenharia nas obras da Arena Castelão, estádio construído para a Copa do Mundo de 2014. Seus irmãos Cid Gomes e Lúcio Ferreira Gomes também estão sendo investigados.

Com a desistência de Daciolo, veja quem são os pré-candidatos à Presidência da República: