Boulos fala em cadeia para Carlos Bolsonaro e é criticado

Reclamação foi feita após publicações do perfil pavão misterioso

Nesta segunda-feira (8), o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, utilizou suas redes sociais para criticar o vereador Carlos Bolsonaro, do Rio de Janeiro. Em sua conta do Twitter, ele disse que o filho do presidente Jair Bolsonaro “é chefe de uma milícia virtual” e que pode acabar na cadeia.

A declaração vem após mensagens do perfil Pavão Misterioso, que divulgou supostos diálogos entre Jean Wyllys, Glenn Greenwald e David Miranda. Para Boulos, Carlos Bolsonaro tem responsabilidade pelas mensagens.

– Carluxo [Carlos Bolsonaro] é chefe de uma milícia virtual que oculta seus crimes no anonimato das redes. Seu castelo vai cair, cedo ou tarde, como caiu o de Moro. Responderá então por sua conduta e talvez acabe na cadeia. Minha solidariedade a Jean Wyllys, Glenn Greenwald e David Miranda – escreveu.

Após a declaração, o coordenador do MTST foi criticado por alguns usuários.

você pode gostar também