Borja elogia Felipe Melo e revela papo no Palmeiras sobre Boca e Bombonera

Borja elogia Felipe Melo e revela papo no Palmeiras sobre Boca e Bombonera

Os duelos contra o Boca Juniors, pela fase de grupo da Libertadores, ocorrerão somente nas últimas semanas de abril. Mas o encontro com os argentinos e a possibilidade de atuar em La Bombonera já

Leia tudo

Os duelos contra o Boca Juniors, pela fase de grupo da Libertadores, ocorrerão somente nas últimas semanas de abril. Mas o encontro com os argentinos e a possibilidade de atuar em La Bombonera já despertam a curiosidade dos palmeirenses.

Nesta segunda-feira, em entrevista ao "Tá na Área", Borja revelou um papo com Felipe Melo sobre o duelo. Em clima descontraído, o atacante afirmou que a partida na Argentina, no dia 25 de abril, deve ter um clima especial.

– Eu estava falando com ele (Felipe Melo) sobre como vai ser o jogo na Bomboneira... Ele ficou pensando como seria e deu um sorriso. Acho que vai ser muito especial esse jogo, pelo clima, mas não vai brigar (risos) – brincou o colombiano, lembrando a confusão em que o volante se envolveu no jogo contra o Peñarol, no Uruguai.

Borja é só elogios quando o assunto é Felipe Melo. O volante, que é um dos atletas mais próximos do atacante, foi elogiado pelo seu comportamento dentro e fora de campo.

– Ele cobra e, quando tem de motivar, aplaudir e parabenizar, ele faz também. É um cara muito sincero. Ele é de caráter. Fora de campo é um pouco mais tranquilo – completou o camisa 9 do Verdão.

Borja faz parte do grupo comandado por Jose Pekerman na seleção colombiana. Até por isso, o sonho do atleta é disputar a Copa do Mundo da Rússia, quando terá a oportunidade de reencontrar o zagueiro e amigo Yerry Mina, negociado com o Barcelona no começo deste ano.

– Tenho muita saudade dele. É meu irmão. Sabe que sempre vai estar no meu coração. Espero ir a Barcelona visitar ou jogar (risos). Quando fizer mais um gol, vou pensar o que fazer. Em casa, meu filho dança como o Mina, me lembro sempre dele. Sou diferente, faço mais (comemorações) com as mãos e com o corpo. O Mina é especial – afirmou Borja.

– Quero estar lá (na Copa) com ele, dançando com ele. Orar muito para Deus abençoar as nossas vidas e estarmos juntos lá na Rússia fazendo história. Tenho de treinar dia a dia para ficar mais perto da Rússia – completou o atacante.
- Fonte: SporTV