Bolsonaro também ataca o pai de Bachelet

Se, no Twitter, Jair Bolsonaro atacou Michelle Bachelet, como informamos mais cedo, em sua página no Facebook o presidente ampliou a ofensiva.

Em um post maior, Bolsonaro fez ataques ao pai da ex-presidente do Chile, torturado e morto pela ditadura chilena.

“[Bachelet] Diz ainda que o Brasil perde espaço democrático, mas se esquece que seu país só não é uma Cuba graças aos que tiveram a coragem de dar um basta à esquerda em 1973, entre esses comunistas, o seu pai, brigadeiro à epoca”, escreveu Bolsonaro.

Alberto Bachelet, general da Força Aérea e pai da ex-presidente do Chile, foi preso e torturado pela ditadura e morreu em 1974, aos 50 anos.

Mais uma crise diplomática à vista.

Sergio Moro já estuda, reservadamente, o melhor momento para deixar o cargo. CONFIRA
você pode gostar também