Bolsonaro será um segundo Trump no mundo?

Bolsonaro será um segundo Trump no mundo?

Um novo Donald Trump?Para Fernandes, da FESPSP, a possibilidade de Bolsonaro ser um Donald Trump à brasileira é remota devido a um fator decisivo: Trump encarnava o “anti-estabilishment” contando

Leia tudo

Um novo Donald Trump?

Para Fernandes, da FESPSP, a possibilidade de Bolsonaro ser um Donald Trump à brasileira é remota devido a um fator decisivo: Trump encarnava o “anti-estabilishment” contando com todo o apoio, infraestrutura e financiamento do partido Republicano. Aqui, Bolsonaro deve sair candidato pelo Patriota, ex-PSL, um partido minúsculo com apenas três deputados na Câmara, pouco financiamento público e ainda menos tempo de televisão.
“Se ele não fechar apoios, se não fizer alianças partidárias com siglas que tenham inserção política nas cidades para acompanhar os comícios, ele não vai ter chance de chegar ao segundo turno”, diz Fernandes.

Segundo o professor, pode acontecer com Bolsonaro o mesmo que já aconteceu com vários candidatos ao longo da corrida eleitoral: começar bem posicionado nas pesquisas, devido à boa visibilidade, mas depois murchar e, no fim da linha, não chegar sequer ao segundo turno. Ele cita como exemplo o caso de Celso Russomanno, que em dois pleitos seguidos apareceu liderando as pesquisas de intenção de votos para a prefeitura de São Paulo, mas perdeu espaço ao longo dos meses para outros candidatos.Segundo o professor da FESPSP, Bolsonaro teve sorte até agora de estar no ringue com poucos adversários. “Existem muitos candidatos em potencial, mas poucos pré-candidatos de fato”.