Bolsonaro repudia vandalismo da esquerda em manifestação

O presidente Jair Bolsonaro (não partidário) postou fotos e criticou o vandalismo durante uma manifestação de esquerda contra seu governo que ocorreu em São Paulo esta noite.

Um dos manifestantes radicais atiraram pedras, entulho, lixo, incendiaram e saquearam agências bancárias. Bolsonaro aproveitou a publicação para atacar os manifestantes, dizendo que, em sua opinião, o ato nunca foi no interesse da saúde ou da democracia, mas do poder.

Nenhum genocídio é mencionado. Nenhuma escalada autoritária ou ações não democráticas são citadas. Nenhuma ameaça à democracia é relatada. Nenhuma busca ou apreensão será realizada. Nenhum segredo é quebrado. Lembre-se: nunca se tratou de saúde ou democracia, mas de poder! Disse Jair Bolsonaro em um post publicado nas redes sociais.” disse Bolsonaro.

O protesto contra o presidente Jair Bolsonaro reuniu deputados de diversas formações políticas na Avenida Paulista, em São Paulo, incluindo simpatizantes de rivais históricos PT, MBL e PSDB. Faixas e cartazes pediam a renúncia do presidente em exercício. Outros protestos ocorreram simultaneamente em várias capitais, incluindo Brasília.