(foto: SERGIO LIMA/AFP)
(foto: SERGIO LIMA/AFP)

O presidente Jair Bolsonaro reconheceu por meio das redes sociais nesta quarta-feira (20) que a cloroquina não possui comprovação científica contra o covid-19. Contudo ele justifica o novo protocolo do Ministério da Saúde, assinado hoje pelo interino da pasta da Saúde, general Eduardo Pazuello, que inclui a cloroquina no tratamento de pacientes com sintomas leves e diz que o país está em “guerra”.

“O Ministério da Saúde divulga orientações para tratamento da covid-19, onde a Cloroquina pode ser ministrada em casos leves, com recomendação médica e autorização do próprio paciente/família. Ainda não existe comprovação científica, mas sendo monitorada e usada no Brasil e no mundo. Contudo, estamos em Guerra: “Pior do que ser derrotado é a vergonha de não ter lutado. Deus abençoe o nosso Brasil!”, escreveu o chefe do Executivo.