Bolsonaro diz que possível reação pela soberania nacional será avaliada pelo ministro da Defesa

Jair Bolsonaro afirmou, em reunião com governadores de estados da Amazônia Legal, que uma possível resposta do Brasil pela soberania nacional será dada pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

Em resposta a Flávio Dino, que disse que a soberania nacional não pode ser uma “fraseologia”, o presidente disse que é preciso defender o Brasil da ideia de “internacionalização da Amazônia”.

“Macron acabou de falar duas coisas sobre o Brasil. Abre aspas, o que precisamos é construir esse novo direito internacional do meio ambiente, fecha aspas. Ele abaixou o tom um pouquinho, mas o fim é o mesmo. Não podemos ficar apenas na retórica. Não é porque uma coisa está num pedaço de papel na nossa Constituição, que nós acreditamos, mas que possa ser realidade lá na frente. A última palavra, quem vai dar é o cidadão que está na minha esquerda aqui [o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva], se nós podemos realmente fazer frente a essa sanha que algum tempo, desde 1991, eu acompanho dentro da Câmara, contra o nosso território.”

Sergio Moro já estuda, reservadamente, o melhor momento para deixar o cargo. CONFIRA
você pode gostar também