Bolsonaro diz que governo monitora Sínodo da Amazônia

Jair Bolsonaro confirmou que a Abin monitora o Sínodo da Amazônia.

“Tem muita influência política lá sim”, disse o presidente em almoço com jornalistas no sábado.

O Sínodo é uma reunião de bispos da Igreja Católica, convocada pelo papa, para tratar de temas ambientais.

Em fevereiro deste ano, o Gabinete de Segurança Institucional divulgou nota negando que o evento fosse alvo de monitoramento.

Autoridades e instituições que mais colaboraram na luta contra a corrupção no Brasil nos últimos anos estão cercadas. SAIBA MAIS
você pode gostar também