Bolsonaro denuncia como PCdoB e UNE estão ‘sugando’ o Brasil e sabotaram medida provisória

“Duas medidas provisórias caducaram. Uma da carteirinha de estudante que você poderia tirar pela internet, de forma digital, e não pagava nada. Houve interesses, sim, de gente importante do Parlamento Brasileiro para que ela caducasse”, salientou.

“Para atender a interesses do PCdoB, da UNE. A gente não quer tirar dinheiro da UNE, quer que a UNE ganhe muito dinheiro, mas trabalhando, não sugando os alunos”, frisou Bolsonaro.

“Essa semana, uma pessoa falou que esteve na UNE, não apresentou documentos da universidade, pagou R$35,00 e saiu de lá com a carteirinha. Claramente, uma fábrica de dinheiro sem comprovação. Quem paga essa conta são as pessoas que fazem os eventos”, complementou Jorge Seif, secretário de Agricultura e Pesca.