Banda Maneva faz show protesto contra Bolsonaro e ninguém vai, previsão era de 30 mil pessoas e apenas 50 foram

Banda Maneva faz show protesto contra Bolsonaro e ninguém vai, previsão era de 30 mil pessoas e apenas 50 foram

No show, também teve espaço para o grupo xingar o pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro, direcionando-lhe palavrões.

Leia tudo

O grupo musical Maneva fez um show deprimente, que colocou um público mais velho para dormir no Palco Atlântida. Entre as músicas apresentadas pela banda de reggae que fazia apologia ao uso de droga ilícitas,  a galera vandalizava o local para desespero dos organizadores. Entre uma canção e outra, o vocalista, Tales de Polli claramente constrangido,  tentou transmitir mensagens como "não passe em frente imagens que possam denegrir alguém".

No show, também teve espaço para o grupo xingar o pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro, direcionando-lhe palavrões.
Com expectativa de público de 30 mil pessoas, o show financiado por grupos de extrema esquerda ficou praticamente vazio. Nas redes sociais, a apresentação virou piada com internautas dizendo que não tinha nem 20 pessoas no lugar.

A apresentação foi custeada, de acordo com o secretário, por emendas parlamentares da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul como um "presente de ano novo" do município, e foi muito mal visto pela região.