Aras viajava enquanto STF derrubava as prisões em segunda instância

Augusto Aras estava a caminho do Paraguai no dia em que o STF encerrou o julgamento que derrubou as prisões após condenação em segunda instância, diz a Crusoé.

Segundo a assessoria da PGR, Aras viajou para participar de um encontro de representantes dos Ministérios Públicos de países ibero-americanos.

Leia a íntegra da nota aqui.

A delação (parcialmente) arquivada — e o ‘irmão problema’. LEIA AQUI