Após exames, cirurgia de emergência em Bolsonaro é descartada

O primeiro boletim médico do Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, anunciava que o presidente Jair Bolsonaro será internado em tratamento clínico conservador, ou seja, uma operação será excluída por enquanto.

Jair Bolsonaro será internado na noite de quarta-feira (14 de abril)) no posto de saúde após transferência do Hospital Militar de Brasília. O presidente foi diagnosticado com uma obstrução intestinal.

O Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi transferido para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, na noite desta quarta-feira, após exame no Hospital Star, nas Forças Armadas de Brasília, no intestino suboclusão é diagnosticada.

Após a realização de exames clínicos, laboratoriais e de imagem, o presidente permanecerá internado inicialmente em tratamento clínico conservador – conforme texto publicado pelo hospital.

Segundo o senador Flavio Bolsonaro (Patriota-RJ), o presidente ficará três dias sob vigilância em São Paulo. Jair Bolsonaro é assistido pelo cirurgião gástrico Antonio Luiz Macedo, o mesmo médico que o operou após o ataque a faca em 2018.