Ex-ministro do Trabalho, pastor Ronaldo Nogueira é alvo de operação da PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (6) a Operação Gaveteiro, que apura desvios do Ministério do Trabalho, tendo entre os alvos o ex-deputado e ex-ministro do Trabalho do governo Temer, o pastor Ronaldo Nogueira.

Atual presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), ligada ao Ministério da Saúde, Nogueira chegou a ter sua prisão preventiva solicitada pela PF, mas a Justiça negou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O ex-deputado ligado a Assembleia de Deus pode estar envolvido no desvio de recursos do Ministério do Trabalho, por meio da contratação de uma empresa da área de tecnologia, voltada para a solução de tecnologia e licenças para gerir sistemas informatizados da pasta e detectar fraudes na concessão do Seguro-Desemprego.

Também são alvos um ex-assessor de Onyx Lorenzoni na Casa Civil, Pablo Tatim, e o ex-deputado federal Jovair Arantes.

Segundo informa O Globo, as investigações apontam que a contratação da empresa tinha como objetivo desviar algo em torno de R$ 50 milhões entre 2016 e 2018.