A escravidão ideológica e Thomas Sowell

Em sua coluna na Crusoé, Ana Paula Henkel convoca todos a fecharem as revistas de fofoca e abrirem os livros de Thomas Sowell — autor de dezenas de livros fundamentais sobre política, economia e também sobre questões raciais complexas e polêmicas.

Leia um trecho:

“O Brasil é a prova viva dos efeitos catastróficos das falsas políticas que Sowell condena e de uma política econômica totalmente equivocada onde o Estado acorrenta seus cidadãos a abusivas regulações, infinita burocracia e altíssimos impostos que são perdidos entre tantos esquemas de corrupção e governos grandes e ineptos. Mesmo com algumas necessárias correções de rota no atual governo, vivemos uma janela única de real crescimento e progresso no país. Bons resultados já começam a aparecer. Nações prósperas que prezam e estimulam a criação de ambientes mais propícios para que todos, incluindo negros, tenham mais oportunidades para uma vida livre, próspera e feliz, aplicam as ideias de Sowell e sua verdade mais óbvia: que a realidade e a lógica sempre e inevitavelmente triunfarão sobre qualquer narrativa ou crença criada para a manipulação das massas. Quanto mais populares as ideias e ensinamentos deste ícone, melhor para Brasil e o mundo.”

Leia a coluna na íntegra:

A escravidão ideológica e Thomas Sowell

Watergate, Trump, Obama e a imprensa… Ana Paula Henkel afiada em estreia na Crusoé. CONFIRA